LOGIN

Contos eróticos: O taxista me possuiu e meu esposo não sabe

Meu esposo sempre teve a fantasia de me ver transando com outro mas eu nunca tive coragem e sempre tive muita vergonha. Nunca pensei no assunto, mas passei a pensar após meu esposo me confessar seu desejo.

Por algum tempo fui relutante e no fim já estava com muita vontade de experimentar mas ainda tinha muita vergonha. Um dia tomei coragem e cedi aos meus desejos e de meu esposo.

Criei coragem e permiti que meu esposo marcasse com um estranho, de um site de swing na internet. Marcamos em um motel, no dia da folga de meu esposo. Fui com um vestido curto, meia coxa e uma calcinha pequena quase transparente.

O motel era próximo ao trabalho de meu esposo e como havíamos chegado cedo, resolvemos passar lá para que ele desse um “oi” para seus colegas. Ambos estava-mos loucos de tesão mas como estávamos adiantados, resolvemos nos distrair um pouco.

Eu já não aguentava mais e não parava de pensar na fantasia, enquanto via homens e mais homens (colegas de meu esposo), andando por ali. Minha calcinha já se encharcava, enquanto olhava para todos aqueles homens mas tentava não transparecer, para que meu esposo não percebesse.

Até que houve um problema no trabalho de meu esposo e pediram que ele assumisse sua função temporariamente, até que outro colega chegasse. O problema é que ele levaria ao menos três horas para chegar.

Meu esposo sugeriu que eu fosse para a casa, pois não havia como continuarmos nosso plano e ligou para o nosso “amigo virtual” para desmarcar. Meu esposo disse que não teria problema eu me encontrar com ele sozinha mas como ele era um completo estranho, ficou temendo por minha segurança.

Concordo com meu esposo e jamais aceitaria ir sozinha mas me senti aliviada quando meu esposo resolveu cancelar o encontro, pois com o tamanho do tesão que eu estava, eu acabaria aceitando me encontrar sozinha com o estranho.

Fiquei muito chateada que não conseguimos seguir o plano e não vendo a hora de chegar em casa e me masturbar para aliviar aquele tesão todo que sentia, pois percebia que meu tesão já escorria pelas pernas. Me despedi de meu esposo e fui pegar um taxi.

Ao entrar no taxi, não percebi mas acabei entrando no lado do carona, já que era costume, pois meu esposo era quem dirigia. Não tenho este costume em taxi mas como já havia entrado, permaneci.

Ao dizer meu destino ao taxista, percebi que era um homem mais velho, de uns 45, 48 anos, muito bem vestido, perfumado e bonito. Não era velho mas para mim que tenho 33 era um pouco de mais, mas tamanho era meu desejo, que acabei me excitando novamente e involuntariamente, comei a olhar-lo pelo canto dos olhos.

Percebi que ele moveu muito o retrovisor para meu lado, que nitidamente já não mostrava mais a traseira do carro, fingi não perceber, até entender o que ele estava vendo.

Foi quando notei que seu membro estava ereto e pulsava dentro da calça social, enquanto sempre que podia, olhava pelo retrovisor. Quando olhei para baixo percebi que meu vestido, que já era curto, havia subido mais, quando entrei. Não dava para ver muito mas pelo retrovisor ele deveria estar vendo tudo, incluindo minha calcinha encharcada.

Senti vergonha mas não desci o vestido, pois estava com muito tesão e vendo que ele me olhava com desejo, com seu membro pulsando dentro da calça, me fez ter arrepios gostosos.

Meu tesão foi tanto que quando me distraí, acabei olhando diretamente para seu membro e fiquei admirando, quando ouvi a pergunta: Gostou?

Me assustei e olhei para seu rosto, que estava com um sorriso cafajeste. Com vergonha olhei pra o outro lado mas não podia evitar a vontade de olhar aquele membro gostoso, pulsando por mim e acabei olhando novamente.

Ao perceber, o taxista colocou sua mão sobre minha coxa, que me fez congelar e ao mesmo tempo sentir arrepios de excitação. Não sabia o que fazer, então fiquei imóvel, virei o rosto para o outro lado e fechei os olhos, deixando-o mais a vontade.

Senti sua mão indo direto para minha vagina e acariciando carinhosamente, me fazendo dar breves e baixos gemidos. Podia sentir o quão molhada estava minha calcinha e se eu podia sentir, ele também podia.

Percebi que ele havia parado o carro, então olhei em volta e percebi que estávamos em um rua deserta. Fiquei com medo mas o tesão era tão forte que não me importei.

Quando olhei novamente, ele já estava com seu membro para fora e se masturbava lentamente, enquanto acariciava minha vagina. Seu membro estava todo melado de excitação, que fazia barulhos, me deixando ainda mais louca para senti-lo.

Ele pegou minha mão esquerda e colocou em seu membro e quando o senti todo melado, não resisti e comecei a masturbá-lo. O taxista puxou minha calcinha de lado e começou a penetrar seus dedos em minha vagina, que de tão melada, entraram fácil.

Comecei a gemer discretamente, quando ele começou um movimento de vai e vem com seus dedos, me entregando completamente aquele momento.

Eu já estava pronta para gozar em seus dedos, quando ele me vira de lado no banco, me deixando de frente para ele, com as pernas abertas. Ele tirou minha calcinha e começou a me chupar alucinadamente, como se estivesse com fome de mim, engolindo todo meu melado.

Eu gozei duas gostosas vezes em sua boca. Ele pegou minha cabeça e me conduziu na direção de seu membro, na intenção de ser chupado também.

Percebi que escorria muito melado de seu membro, evidenciando sua extrema excitação. O taxista forçou minha cabeça contra seu membro, me fazendo engoli-lo, juntamente com seu melado.

Era muito melado e ele nem havia gozado. Nunca senti tanta vontade de chupar um pau, como naquela hora. Chupei muito e engoli todo seu melado, que era quente e gostoso, enquanto ele gemia e forçava minha cabeça, em um vai e vem gostoso.

Ficamos assim por um tempo e achei que ele iria gozar na minha boca, que sempre achei nojento mas ele me mando ir para o banco de trás. Obedeci e entramos juntos.

Me deitou no banco com as pernas abertas e se deitou por cima de mim. Pude sentir cada milímetro daquele membro entrando vagarosamente em minha vagina. Como era gostoso.

Ele começou a me beijar no rosto, pescoço e tentou beijar minha boca. Eu estava relutante mas acabei cedendo, pois estava muito gostoso.

Não sei o que acontecia comigo, pois sempre comandei e nunca gostei de ser comandada no sexo mas ali eu estava completamente submissa e adorando tudo.

Ele fazia um vai e vem gostoso em minha vagina, enquanto me beijava loucamente, chupando minha língua e lábios. Nunca havia sentido aquele fogo todo em um homem e me deixava alucinada, enquanto gozava loucamente, rebolando em seu membro.

Gozei três vezes naquela posição, enquanto sentia seu membro, completamente inchado e rígido, pulsando dentro de mim, ocupando todo meu espaço interno.

Ele, não aguentando mais, gozou urrando, em quanto me penetrava com violência, a cada espasmo. Quando ele retirou seu membro de mim, pude ver que seu gozo, branco e viscoso, escorria dele.

Eu já estava exausta quando ele pôs seu membro na frete de minha boca e me mandou limpá-lo. Fiquei com um pouco de nojo e quando pensei em dizer não, ele forçou-o até que penetrou em minha boca, entrando com facilidade devido ao gozo.

Sentindo o gozo daquele homem em minha boca e seu movimento de vai e vem suave, me fez sentir tesão novamente e estranhamente, senti uma vontade louca de chupa-lo.

Suguei tudo até não sobrar nenhuma gota e engoli, deixando-o com um sorriso cafajeste no rosto. Então ele disse que, como eu fui uma boa menina, ele iria me compensar. Não entendi mas fiquei quieta esperando.

Ele desceu e começou a me chupar novamente, enquanto seu esperma escorria por minha vagina até o banco. Foi maravilhoso ter ele me chupando e engolindo todo seu esperma, me fazendo gozar em sua boca.

Depois que ele me limpou com sua boca e língua, devolveu minha calcinha e voltou para o banco do motorista, me convidando a sentar em seu lado. Até pensei em recusar mas a aquela altura, não teria mais o porque.

Sentei e seguimos para minha casa. Fomos conversando mas não tocamos no assunto, como se nada houvesse acontecido.

Quando chegamos ele disse que adorou a viagem e que adoraria me levar novamente, enquanto repousava sua mão direta sobre minha coxa, massageando suavemente.

Entendendo sua direta, coloquei minha mão esquerda sobre seu membro e massageando levemente, disse que também havia gostado e que seria bom novas viagens com ele.

O safado me confessou que havia me visto chegando com meu esposo em seu trabalho e não conseguindo para de pensar em mim, ficou me esperando sair para me ver novamente. Por este motivo ele estava parado lá quando saí. Adorei saber disto.

Peguei seu telefone, expliquei que meu esposo não poderia saber e então ele foi embora, enquanto eu entrava em casa.

Pensei em contar para meu esposo mas fiquei com medo de sua reação. Eu havia transado com um estranho, ele não estava junto, como era sua fantasia e no calor do momento, até esqueci de usar camisinha.

Não sabia como ele iria reagir. Conhecendo ele, sei que ele iria adorar e iria querer saber dos detalhes mas na dúvida, acabei não contando.

Até tive a idéia de usar o taxista para realizar a fantasia de meu esposo, até por já ter intimidade com ele mas precisava planejar e explicar meu plano ao taxista.

Peguei outras viagens com o mesmo taxista mas fica para os próximos contos.

Hidden Lifes

Hidden Lifes - Única Rede Social de Sexo e Swing, grátis do Brasil. Muitas pessoas esperando você. Crie sua conta Grátis.

Criar Conta
Configurações de privacidade
Utilizamos cookies para melhorar sua experiência ao usar nosso site. Se você estiver usando nossos serviços através de um navegador, poderá restringir, bloquear ou remover cookies através das configurações do seu navegador. Também usamos conteúdo e scripts de terceiros que podem usar tecnologias de rastreamento. Você pode fornecer seletivamente seu consentimento abaixo para permitir tais incorporações de terceiros. Para obter informações completas sobre os cookies que usamos, dados que coletamos e como os processamos, consulte nossa Política de Privacidade. Equipe Hidden Lifes.
Youtube
Consentimento para exibir conteúdo de - Youtube
Vimeo
Consentimento para exibir conteúdo de - Vimeo
Google Maps
Consentimento para exibir conteúdo de - Google
Spotify
Consentimento para exibir conteúdo de - Spotify
Sound Cloud
Consentimento para exibir conteúdo de - Sound