LOGIN

Contos eróticos: O dia que virei puta de nosso amigo

Meu nome é Fernanda, sou muito bem casada a 6 anos, tenho 29 anos e me considero gostosa, pois sempre chamo a atenção de outros homens e adoro isso.

O fato que vou contar aconteceu a um ano em nossa casa, com um amigo nosso, que conheci através de meu esposo, um homem magro, forte, bonito e tentador. Não resisti e virei puta de nosso amigo.

Meu esposo sempre foi muito tarado, acho que é normal em todos os homes mas meu esposo é muito, principalmente em me imaginar com outros homens. Demorei um pouco para aceitar a fantasia mas quando entrei no clima, nossa vida sexual mudou e para melhor.

Leia também: Contos eróticos: Minha esposa transando com estranho e seu chefe

Nunca tive coragem para transar com outro na frente dele mas sempre imaginei como seria e aprendi a gostar de sair sem calcinha, de fingir ser uma putinha na rua, deixando os homens e meu esposo loucos de tesão.

Sempre tive tesão por este nosso amigo, sempre o provoquei com vestidos, saias curtas e sem calcinha. Meu esposo fica explodindo de tesão quando provoco ele mas nunca passamos disso e nunca deixamos transparecer que meu esposo sabia sobre as provocações, mas nos rendeu muitas transas intensas.

Um dia estávamos em casa e nosso amigo veio nos visitar mas como ele mora no interior, resolvemos convidá-lo para passar a noite.

Assim como todas as vezes que nos reunimos com ele, estávamos imaginando altas fantasias com ele e meu esposo que é muito safado, me pediu para tomar banho, colocar um vestido leve e curto que tenho mas que não colocasse calcinha.

Como eu estava muito excitada, fui e quando voltei, eles estavam bebendo na sala, então me convidaram para acompanhá-los. Sentei ao lado de meu esposo mas de frente para nosso amigo e as vezes cruzava as pernas para que ele visse minha bocetinha depilada, que se alagava mais e mais.

Bebemos tanto que mal podíamos ficar de pé, mas continuamos por um tempo, então informei para meu esposo que iria dormir. Na realidade, estava tão bêbada e com tanto tesão que esperava a visita rápida de meu esposo, pois havia percebido uma ereção nos dois e estava imaginando loucuras.

Leia também: Contos eróticos: Embebedei minha esposinha para meu amigo

Como esperava meu esposo e sabia que nosso amigo não iria até nosso quarto, fiquei deitada de costas, com as pernas abertas me masturbando, para que meu esposo tivesse uma gostosa surpresa, e também por que estava gostosa a sensação de poder ser vista por nosso amigo.

Já havia passado uns 10 minutos, imaginei que meu esposo iria demorar então resolvi dormir com a luz acesa, óbvio. Mesmo bêbada, não conseguia dormir pelo tesão, então apenas fiquei com o braço sobre os olhos devido a luz.

Quando ouço um barulho na porta, deduzi que era meu esposo, então fique espiando por uma frestinha e continuei de pernas escancaradas. Fingi dormir e pude sentir ele deitando sobre mim e introduzindo seu membro em minha bocetinha, que não resistiu e se entregou aquele pau gostoso.

Meu esposo estava metendo em mim de porta aberta e luz acesa, o que me deixou louca de tesão, então comecei a gemer um pouco mais alto para nosso amigo ouvir, tamanho era meu porre.

Quando olho, nosso amigo está na porta se masturbando, olhando meu esposo me comendo, me deixando com um misto de vergonha e tesão e por isto fingi não perceber devido a “sonolência”.

Quando me toquei que meu esposo, mesmo bêbado poderia vê-lo, fique preocupada mas de repente meu esposo sai de cima de mim e arregaça minha bocetinha em direção a porta, demonstrando que sabia da presença de nosso amigo.

Ao ter aquela visão, nosso amigo não resistiu e começou a me chupar, me fazendo subir pelas paredes, enquanto via meu esposo se masturbando ao lado da cama. Sabia que meu esposo era tarado mas nunca imaginei que ele teria coragem.

Leia também: Contos eróticos: Nosso vizinho nos iniciou

Até pensei em parar com aquilo mas estava tão gostosa a sensação de ver meu esposo se masturbando com cara de prazer ao ver nosso amigo me chupando, que resolvi curtir.

Nosso amigo veio na direção de meu rosto e forçou seu pau na minha boca, me fazendo sentir o gosto de seu pau todo melecado. Comecei a chupar e ele forçando até minha garganta, me fazendo permitir, somente pela cara de tesão de meu esposo.

Então nosso amigo parou e penetrou minha bocetinha encharcada de uma só vez mas não doeu e entrou fácil, me fazendo ter arrepios de tesão. Não demorou e gozei naquele pau gostoso.

Como não aguentava mais fingir, fiz sinal para meu esposo se aproximar e comecei a chupar seu pau extremamente duro e melado, enquanto nosso amigo me socava gostoso.

Gozei mais duas vezes daquele jeito, quando ouvi nosso amigo gemendo mais alto, enquanto socava mais forte e fundo. Foi maravilhosa a sensação das estocadas fortes, os gemidos e seu gozo quentinho escorrendo por minhas pernas.

Ele saiu, dando lugar a meu esposo, que começou a socar forte também, enquanto me beijava loucamente e chupava meus lábios. Nunca tinha visto meu esposo tão fogoso assim, então ele gozou dentro de mim, fazendo aquela porra toda jorrar para fora.

Nosso amigo ao final, deu boa noite e foi para a sala e meu esposo deitou do meu lado, conversamos, onde ambos admitimos ter adorado “a loucura”, até dormirmos.

Acordo durante a madrugada deitada de frente para meu esposo, que estava de costas para mim, como nosso amigo metendo em minha bocetinha. Estava tão gostoso aquele pau quentinho, agora socando devagar e ritmado, que acabei deixando.

Leia também: Contos eróticos: O amigo fez parte da fantasia sem saber

Gozei gostoso e rebolando no pau dele e meu esposo não viu nada. Nosso amigo me virou de frente, deitou sobre mim, começou a me beijar, penetrar e acariciar, até que gozou, mas dessa vez nos meus seios.

Ele voltou para a sala e eu dormi exausta. Quando acordei, contei a meu esposo, que ficou louco de tesão ao ouvir os detalhes e transamos novamente, me fazendo ficar ardida de tanto dar para aqueles machos gostosos.

Durante o dia correu tudo bem, nosso amigo e eu transamos novamente, com toda a aprovação de meu esposo. Quando ele foi embora, marcamos de ir até a casa dele no próximo fim de semana.

Nunca me imaginei uma esposa puta mas foi maravilhoso, pois virei puta de nosso amigo, nosso gostoso amigo.


Hidden Lifes

Hidden Lifes - Única Rede Social de Sexo e Swing, grátis do Brasil. Muitas pessoas esperando você. Crie sua conta Grátis.

Criar Conta
Configurações de privacidade
Utilizamos cookies para melhorar sua experiência ao usar nosso site. Se você estiver usando nossos serviços através de um navegador, poderá restringir, bloquear ou remover cookies através das configurações do seu navegador. Também usamos conteúdo e scripts de terceiros que podem usar tecnologias de rastreamento. Você pode fornecer seletivamente seu consentimento abaixo para permitir tais incorporações de terceiros. Para obter informações completas sobre os cookies que usamos, dados que coletamos e como os processamos, consulte nossa Política de Privacidade. Equipe Hidden Lifes.
Youtube
Consentimento para exibir conteúdo de - Youtube
Vimeo
Consentimento para exibir conteúdo de - Vimeo
Google Maps
Consentimento para exibir conteúdo de - Google
Spotify
Consentimento para exibir conteúdo de - Spotify
Sound Cloud
Consentimento para exibir conteúdo de - Sound