LOGIN

Contos eróticos: O amigo fez parte da fantasia sem saber

Meu nome é Júlia, tenho 30 anos, sou casada a sete com Marcos de 35, a quem amo muito e temos uma vida sexual bastante ativa mas nem sempre foi assim.

Sempre fomos muito quentes na cama, no início do relacionamento e no início do casamento mas nossa relação esfriou a tal ponto que transávamos uma vez por mês.

Eu sempre tive vontade mas Marcos não, me fazendo pensar que o problema era eu e que talvez, ele estivesse cansado de mim e estivesse arrependido pelo casamento.

Com o tempo e com as atitudes dele, percebi que na verdade, nosso casamento apenas havia caído na rotina e que através das fantasias de Marcos, as coisas começavam a mudar.

Ele havia me confidenciado que sentia tesão em me imaginar com outro homem, que me deixou espantada na hora mas com o tempo, acabei gostando da fantasia e passei a sentir muito tesão também.

Nunca deixei passar de uma fantasia, pois sou tímida, amo muito meu esposo e tive muito medo de que ele me deixasse, mesmo ele tendo insistido várias vezes, para que eu topasse fazer esta loucura e ela me rendendo muitos orgasmos. Embora eu tenha me pegado algumas vezes, me masturbando pensando na possibilidade.

Confesso que imaginar outro homem, enquanto transo com meu esposo, me deixa louca, que só de pensar, fico toda molhada e mesmo que tentasse esconder meu avançado grau de excitação com a ideia, meu esposo já havia percebido e amado saber.

Meu esposo tem um amigo de longa data mas que não via a alguns anos, o Vítor. Acabaram se reencontrando e meu esposo convidou-o a ir em nossa casa, onde nos apresentou.

Um homem de 42 anos, alto, forte, muito bonito e elegante, sempre de terno e bem perfumado.

Adorei conhecer o amigo, que parece ter gostado de mim também, pois sempre que podia, me comia com os olhos. Em outras circunstâncias, já teria contado para meu esposo e o teria proibido de convidados-lo novamente, por ser muito atrevido mas eu estava gostando de ser desejada por aquele homem gostoso.

Nunca fui assim e acredito ser fruto das fantasias de meu esposo, que me deixaram mais ousada e safada.

Achei que Marcos não havia percebido os olhares de seu amigo mas me contou, quando entramos em casa, enquanto seu amigo estava sentado na garagem, que havia percebido e que também havia notado que eu estava retribuindo.

Na hora eu gelei mas adorei saber que meu esposo estava gostando e se excitando com a situação, me fazendo colocar minha mão dentro de sua calça, onde percebi que seu membro estava todo melado.

Como ele havia me confidenciado, não pude resistir, me fazendo lhe dar uma compensação, me abaixando para fazer um gostoso oral em meu esposo.

Uma sensação maravilhosa, chupar meu esposo, que estava excitado com outro homem me olhando e sabendo que este homem estava por perto e poderia acabar nos vendo. Fiquei toda molhada e querendo fazer um loucura maior.

Era tão boa a sensação do proibido, que passamos a convidar o amigo para posar em nossa casa, que obviamente, aceitou de pronto. Só o fato de ter a presença dele em casa, nos rendeu muitos orgasmos mas nunca tive coragem de coloca-lo na brincadeira.

Um dia, nós três havíamos bebido muito e devido ao álcool, tomei coragem para saber se o amigo me desejava, tanto quanto eu o desejava.

Tomei um banho, coloquei um vestido mais curto, não coloquei calcinha e contei a meu esposo, que estava sem nada por baixo. Ele ficou louco e colocou a mão entre minhas pernas para ter certeza e adorou o que sentiu. Eu estava depilada e lisinha.

Em dado momento, resolvi provocar o amigo que já estava bem alto, devido ao álcool, para ver como ele iria reagir. Fingi deixar cair algo e me abaixei para pegar, deixando meu bumbum para o alto na direção dele.

Através do reflexo do vidro da estante da sala, pude ver ele mordendo os lábios e alizar seu membro, enquanto se deliciava com a cena.

Quando fui ao banheiro meu esposo me acompanhou e me disse, que devido ao vestido ter levantado, os dois puderam ver tudo, incluindo minha vagininha depilada.

Meu esposo me mostrou seu membro que estava todo melado e então coloquei sua mão entre minhas pernas, fazendo-o sentir que eu estava com minha vagina alagada de tesão.

Resolvemos não fazer nada naquela hora e nos excitarmos mais um pouco com o amigo, para depois termos uma louca noite de amor.

Estávamos os três vendo um filme na sala, quando meu esposo deu uma idéia estranha mas bastante excitante. Nos convidou a sentar no chão da sala, escorados no sofá, então tive a ideia de buscar uma coberta e travesseiros, assim poderíamos, nos acariciar por baixo, meu esposo e eu.

Quando o amigo foi sentar ao lado de meu esposo, Marcos disse a ele, em tom de brincadeira, que sentasse ao meu lado, pois não queria um homem perto dele.

Eu gelei mas como já estávamos bêbados e eu estava como muito tesão, concordei, enquanto sentia meu melado escorrer por minhas pernas.

Estávamos os três bêbados, embaixo da coberta e para evitar que eu fizesse alguma besteira, devido ao meu tesão, virei de costas para o amigo, de frente para meu esposo.

Meu esposo começou a acariciar minha vagina encharcada, me deixando ainda mais louca, me fazendo agarrar seu membro todo melado e masturbando-o carinhosamente, por baixo da coberta.

Como as luzes estavam apagadas e só havia a claridade da tv, nosso amigo não ia nem perceber a safadeza que estávamos fazendo.

Como eu já não aguentava mais e para evitar um orgasmo na frete de nosso amigo, resolvi escorregar mais para baixo, me deitando no chão e fazendo com que meu esposo parasse.

Passados uns 2 minutos, ouvi nosso amigo comentar com meu esposo, que eu já havia dormido e meus esposo respondeu que eu já havia bebido muito, que quando bebo de mais, durmo como uma pedra.

Não entendi por que meus esposo disse aquilo mas como não sabia sua intenção e estava louca para descobrir, fingi estar dormindo profundamente e percebi que meu esposo desceu mais, se deitando também.

Dez minutos depois, meu esposo se vira de frente para mim, aparentemente dormindo e nosso amigo desce, se deitando também. Estava louca de tesão em saber que o amigo estava atrás de mim e chateada que meu esposo estava dormindo, me deixando daquele jeito, sem apagar meu fogo.

De repente sinto que a mão de nosso amigo bateu em meu bumbum, me fazendo perceber que meu vestido havia subido quando me deitei, deixando meu bumbum a mostra e vulnerável. Rapidamente ele retirou a mão mas fiquei com um pouco de vergonha, pois eu não havia percebido o vestido e ele notou.

Pensei em fingir acordar e convidar meu esposo para irmos para o quarto e transarmos, quando recebi um leve trombada nas costas. Achei estranho e resolvi esperar mais um pouco e então notei que nosso amigo me sacudiu suavemente, talvez para ver se eu ainda estava dormindo.

Ao continuar fingindo, senti a mão quente de nosso amigo cariciando meu bumbum, me fazendo ter arrepios de tesão. Ele não aguentando, colocou a mão em minha vagina e percebendo o quanto ela estava alagada, passou a acariciá-la.

Eu já estava quase tendo um orgasmo quando ele parou, me deixando desanimada mas ele se aconchegou atras de mim, me fazendo sentir seu membro quente, melado e rígido, encostando em meu bumbum.

Não demorou e ele começou a esfregar que membro, que parecia delicioso, na portinha de minha vagina, me fazendo ter novamente os arrepios de excitação. Senti pena de meu esposo, por ele estar dormindo, uma vez que era só o que ele desejava mas tinha medo dele acordar e estragar a brincadeira, então fui deixando rolar.

De repente, nosso amigo começou a forçar seu mastro em minha vagina, que foi entrando, sem qualquer resistência, devido a nossos melados. Tive arrepios e pude sentir cada milímetro daquele membro me penetrando gostosamente, enquanto meu esposo dormia em minha frente.

Minha vulva se contraía involuntariamente e sem conseguir evitar, eu dava pequenos gemidos de tesão, que eram silenciados pelo volume alto da tv.

Ele fazia movimentos suaves de vai e vem, que me deixava sem qualquer controle, e louca para ter dois membros só para mim. Quando tive a ideia de masturbar meu esposo mas sem que ele acordasse, para não estragar aquele momento mágico.

Quando levei a mão na direção do membro de meu esposo, percebi que ele, discretamente, estava se masturbando de forma calma e contínua. Era tudo que eu queria. Meu esposo estava acordado, sabia que o amigo estava me penetrando e estava se masturbando, curtindo tudo aquilo.

Retirei a mão de meu esposo de seu mastro e passei a masturba-lo calmamente, notando o grau de dureza de seu membro, que já escorria seu melado.

Tive dois orgasmos naquele movimento gostoso e quando já não estava mais aguentando, percebi que nosso amigo havia gozado, urrando baixinho. Seu membro gostoso ficou dentro de mim por algum tempo enquanto murchava.

Em seguida, ele se levantou e foi para o quarto de hóspede. Passados uns 5 minutos, meu esposo se levantou e foi ver nosso amigo e quando retornou, me contou que ele já estava roncando.

Contei a meu esposo cada detalhe, do que nosso amigo fez comigo, então meu esposo, explodindo de tesão, foi para baixo da coberta e começou a me chupar, em uma sensação maravilhosa.

Pude sentir meu esposo lambendo todo o esperma que escorria, me fazendo gozar loucamente em sua boca. Logo após, ele passou a me penetrar, mas por poucas vezes e não resistindo, acabou gozando, fazendo com que seu esperma e de nosso amigo, se misturassem dentro de mim.

Meu esposo passou a me chupar novamente, limpando aquela porra toda, que alagava minha vagina e depois me beijou na boca, me fazendo sentir o gostinho maravilhoso daqueles dois homens.

Quando terminamos, fomos direto para o quarto e dormimos exaustos. No outro dia, não tocamos no assunto com nosso amigo e fingimos que nada havia acontecido. Nosso amigo continuou posando em nossa casa, sem saber nosso lado da história.

Foi uma das melhores transas da minha vida e lógico, que precisava repeti-la mas isto fica para os próximos contos.

Hidden Lifes

Hidden Lifes - Única Rede Social de Sexo e Swing, grátis do Brasil. Muitas pessoas esperando você. Crie sua conta Grátis.

Criar Conta
Configurações de privacidade
Utilizamos cookies para melhorar sua experiência ao usar nosso site. Se você estiver usando nossos serviços através de um navegador, poderá restringir, bloquear ou remover cookies através das configurações do seu navegador. Também usamos conteúdo e scripts de terceiros que podem usar tecnologias de rastreamento. Você pode fornecer seletivamente seu consentimento abaixo para permitir tais incorporações de terceiros. Para obter informações completas sobre os cookies que usamos, dados que coletamos e como os processamos, consulte nossa Política de Privacidade. Equipe Hidden Lifes.
Youtube
Consentimento para exibir conteúdo de - Youtube
Vimeo
Consentimento para exibir conteúdo de - Vimeo
Google Maps
Consentimento para exibir conteúdo de - Google
Spotify
Consentimento para exibir conteúdo de - Spotify
Sound Cloud
Consentimento para exibir conteúdo de - Sound